quinta-feira, 21 de julho de 2022

Uma história da minha vida...

 Boa noite, espero que estejam bem!

Vim tirar a poeira desse blog e visitar os blogs amigos...

Comigo aconteceram tantas coisas desde novembro de 2021 até esses meses de maios ou junho...

Do meu trabalho fui afastada porque minha Readaptação foi cancelada. Como não tenho mais condições de lecionar, achei melhor tirar uma licença médica. Mas não estava bem... Uma sensação de angústia, talvez um resquício (ou retorno) da depressão... Sem conseguir ver meu pai, pois ele está com medo da covid, pois ainda não teve a doença (graças a Deus)... Sem conseguir tricotar ou bordar ou ler ou assistir a filmes ou tv por muito tempo... Muito menos escrever para este blog...

Enfim, dia 21 de maio minha tia Dulce (a tia que participava da feira de artesanatos comigo) teve uma queda e quebrou o fêmur. Na hora em que soube, cheguei a ficar com o coração acelerado e as vistas escuras... Logo me recompus e pensei: Calma, Renata, foi apenas uma queda, ela vai se recuperar.

Meu filho chamou a ambulância e a levamos para o hospital... Ela estava sem dor, estava calma. Ficamos internadas com ela. Eu durante o dia e a minha irmã durante a noite. Ela não podia ficar sozinha por causa da idade e por ser surda.

Mas logo apresentou dificuldades para se alimentar. Se recusou desde o primeiro dia, comendo quantidades ínfimas. Os médicos e enfermeiros falaram muito para ela se alimentar bem para fazer a cirurgia ortopédica. Mas não adiantou.

Fez a cirurgia, continuou sem se alimentar, comia 5 ou 6 colheres e sempre dizia que depois comeria mais. Pela ortopedia, ela poderia ter alta. Mas apresentou uma insuficiência respiratória e talvez cardíaca... 

Nem mesmo conseguiram determinar o que seria ao certo. Logo entrou em um sono profundo, seguido das paradas cardíaca e respiratória... Não deu...

Sei que tudo o que acontece vem pela permissão de Deus. Nada acontece sem que Ele decida... Essa é a minha fé...

E Deus levou minha companheira de feira, de tricô, de conversas e passeios, de figurinhas do whatsapp. Ela sempre nos visitava, sempre estava presente em nossos encontros e festas familiares. Nunca a deixamos de fora e ela nunca nos abandonou.

E esse post saiu bem íntimo, mas resolvi compartilhar porque é uma parte importante da minha vida...

Após tudo isso, eu estou melhor, voltei a tricotar e terminei um colete, uma blusa infantil e estou terminando uma blusa para minha filha.

Logo venho mostrar tudo para vocês.

Obrigada por estarem sempre me visitando aqui.

Considero muito essa amizade virtual e com tantas pessoas diferentes, com culturas, pensamentos, ideias, dores e amores tão diferentes e ao mesmo tempo tão iguais...

Abraços 

com carinho

Renata












quarta-feira, 20 de outubro de 2021

Revista

 Olá a todos!!

Como estão? Espero que estejam bem!!


Comprei essa revista em uma banca de jornais e ela é muito boa. É uma republicação de um Guia da Revista Manequim. Dei uma olhada na banca e resolvi comprar. Não me arrependi. 

Ele tem explicações completas e bem formuladas. As fotos são nítidas e muito bonitas.

As receitas dos pontos são passadas por símbolos e esquemas. Mas deve ser fácil de se entender.



Fiz um vídeo aqui para mostrar umas partes da revista, mas não consegui enviar sem postar no YouTube. Mas que seja, né? 




Assim vocês podem visualizar um pouco dessa revista.
Obrigada a todos e espero que gostem!!
Beijos
Renata















quinta-feira, 30 de setembro de 2021

Touquinha de bebê com receita

 Olá a todos!!

Como estão? E a saúde? Espero que esteja tudo bem!

As últimas produções do inverno estão saindo por aqui. Esse gorrinho fiz com umas sobras da lã Fofura. Fui seguindo a receita e ficou muito bonito!!


O pompom eu fiz com lã como fazemos normalmente, mas depois desfiei bem com um pente bem fino. Só para ficar um pouco diferente mesmo.

Detalhe do ponto

Muito rápido de fazer e serve para um bebe de uns 3 ou 4 meses. Eu usei as agulhas numero 4,0 mm. Creio que se usar uma lã tipo bebê, com agulhas 2,0 ou 2,5 mm servirá para um recém-nascido. 









Resumo:
• Um novelo de lã Fofura cor Enseada (0541)
• Agulhas 4,0 mm

Receita:
° 46 pontos na agulha;
° 2 carreiras em tricô;
° Dobrar os pontos nessa carreira. Fazer um tricô e aumentar um ponto ( não fazer laçada);
° Fica com 92 pontos na agulha;
° Fazer um ponto fantasia por 10 cm ( ponto arroz, ponto areia);
° Após 10 cm, começar a carreira arrematando 11 pontos, tricotar 21 pontos e os demais pontos da agulha deixe à espera num alfinete;
° Continuar trabalhando com os 21 pontos em tricô e arrematar 1 ponto de cada lado todo início de carreira, até ficar com 5 pontos na agulha;
° Nesses 5 pontos, fazer cordões de tricô por 20 cm e arrematar;
° Emendar o fio na base onde começou a fazer a primeira orelhinha, arrematar os 28 pontos seguintes que estavam na espera, fazer 21 tricôs e fazer igual foi feito na primeira orelhinha.
° Emendar o fio novamente na base da segunda orelhinha e arrematar os 11 pontos.
° Costurar a lateral da touquinha e franzir a parte onde vai colocar o pompom. 

Essa receita eu copiei há muito tempo e encontrei guardada. Não sei qual foi o local que retirei. Mas ela deu super certo! Recomendo!!

Abraços
Renata








terça-feira, 27 de julho de 2021

Nas agulhas

 Olá a todos!!

Como estão indo? Espero que estejam todos bem e com saúde!!

Eu e meus tricôs estamos bem confusos ultimamen-te. Estou fazendo um colete, uma blusa e um cachecol ao mesmo tempo. Tudo começou porque a lã do colete é azul marinho e estava difícil de enxergar a noite. Daí comecei a fazer a blusa rosa durante a noite para não ficar parada. E o cachecol chegou por acaso, um presente especial. 

Quero falar sobre o ponto do cachecol. Escolhi o ponto Barra Inglesa. Ele é lindíssimo e ficou perfeito com a lã que estou usando. O problema é que, se você errar, fica muito difícil arrumar. Aliás, diria mesmo que é impossível de arrumar. 

E a gente erra, né? 😓😓

O jeito foi desmanchar tudo, reiniciar e fazer com o máximo de cuidado para não errar mais. 

Por duas vezes tive que voltar ao início. 

Depois disso, comecei a observar e ver se tinha um jeito de desmanchar apenas a carreira errada. E consegui!!

O impossível é um ponto de vista!!

Para desmanchar, vc tira os pontos da carreira. Vai ficar um ponto simples e um ponto com 2 linhas na agulha. Vai deixando assim até o fim dos pontos. Daí  faça uma carreira em ponto meia, sem pegar o ponto por baixo. Uma carreira de meia normal. 

Vai dar certo. Vai ficar tudo bem arrumado e você segue as outras carreiras normalmente. Veja:



A lã do cachecol é bem bonita. Em tons de marrom, passando pelo verde. 
E o casaco rosa vai tomando forma:



Essa semana já termino todos e venho mostrar aqui no blog!
Abraços
Renata














 



sexta-feira, 28 de maio de 2021

Gola dupla - Aline

Olá, tudo bem com vocês? Espero que esteja tudo muito bem.

Essa gola eu fiz usando um novelo inteiro de lã. Foram 306 metros de lã e muitos pontinhos para terminar esse trabalho. A lã é muito boa, macia e com cores lindas. Essa que eu usei, achei particularmente, linda!

As lãs foram fazendo largas faixas de cores. Para essa gola usei um ponto chamado "Ponto Barra Quebrada", muito fácil de se fazer. E não tem lado direito ou avesso, pois o avesso aparece quando se usam as golas. Ficou muito fofa, macia e quente. Perfeita para esse inverno que está chegando.

Dessa vez minha modelo não quis tirar fotos. 



Gostei realmente dessas cores, aliás cinza e rosa formam uma linda combinação. 


Ficou muito grande. Dá para dar as duas voltas no pescoço e ficar bem aquecida. Olhem o tamanho total com ela aberta:



Ponto Barra Quebrada

O número de pontos deve ser múltiplo de quatro. Depois você acrescenta mais 3 pontos.
Pontos: múltiplo de 4 + 3 pontos.

1ª carreira:  *2 meias - 2 tricôs* terminar com 3 meias.
2ª carreira: *2 tricôs - 2 meias*  terminar com 3 meias.

Repetir essas duas carreiras até terminar o trabalho.

Para esse trabalho usei a lã  Magic Pull da Círculo, cor Ipê Rosa (8668) e agulhas número 7,0 mm.

Usei agulha de tapeçaria também, para fechar a gola. O ponto barra quebrada eu aprendi no blog "By Day" que muitas de vocês já conhecem, né? 

Espero que tenham gostado desse trabalho.

Obrigada 

Renata 




terça-feira, 18 de maio de 2021

Cropped de lã Fernanda

 Olá a todos!! 

Espero que estejam bem com vocês, com as suas famílias. Aqui estamos bem, graças ao Bom Deus.

Estou ativa nos trabalhos de tricô, com dois projetos em andamento e até mesmo carregando o tricô quando preciso sair. 

Também organizei as minhas coisas numa armário aéreo na lavanderia. Tirei para doação muitas coisas que não tenho pretensão de usar mais. As únicas coisas que não tirei nada, foram as minhas revistas de Ponto Cruz. Eu sei que tem inúmeros gráficos na internet, no Pinterest... Mas não consegui desfazer delas. Como arrumei um bom espaço resolvi deixar guardado.

Hoje vim para mostrar um "cropped" que fiz para minha filha. No meu tempo, a gente chamava de bustiê. É uma blusinha curta, ou na cintura.  Muito rápida de se fazer, por ser curta e sem mangas.

Ela viu um modelo no Pinterest. Daí eu fiz mais ou menos a olho porque não achei uma receita.

Ficou assim. Olhem minha modelo maravilhosa! 


Achei que ficou um pouco maior do que eu queria. Mas no fim, ala gostou desse tamanho mesmo. Como estava muito calor, escolhi a lã fofura, que tem um fio brilhante e não é muito quente. Deu certo. 

Costas

Cada alça é feita com uma única trança. Achei muito bonito. 

É tão bom fazer algo para os filhos e eles gostarem né?

Uma última foto:



Resumo: Cropped Fernanda
Materiais:
  • Um novelo e meio de lã Fofura, da círculo número 0541
  • Agulhas de tricô números 3,0 e 4,0 mm

Pontos:
  • Barra 1X1
  • Ponto meia 
  • Trança de 9 pontos
Espero que tenham gostado dessa postagem.
Beijos 
Renata

















 

terça-feira, 23 de março de 2021

Sapato fácil 2


 

Esse é um outro sapato de adulto. E é muito fácil de se fazer. Por essa receita ficou um tamanho 37 ou 38. Para nós não serviu, mas passei para minha sobrinha que gostou muito!!

Também fiz com restos de lã, usando aproximadamente um novelo de 50 g para fazer os 2 pés.

Então, vamos à receita:

Sapato de dormir

Materiais:

  • Agulhas 4,0 mm 
  • 50 g de lã
  • Agulha de crochê 
  • Linha de crochê
Modo de fazer:

Colocar 50 pontos na agulha;

Tecer em Ponto Tricô no lado direito e avesso do trabalho por  12 carreiras ( cordões de tricô).

Arrematar 25 pontos e fazer mais 15 carreiras em ponto meia no direito do trabalho e em ponto tricô no avesso;

Levantar novamente os 25 pontos na agulha e tecer mais 12 carreiras em cordões de tricô;

Ficará assim:


Dobrar e costurar no bico, calcanhar e sola.

Para dar um acabamento, fiz uma carreira de ponto picô em crochê, mas isso é opcional.


Fiz mais um tamanho 35 para mim mesma. Fiz em Rosa e Branco.  Olhem a diferença dos tamanhos:




Daí vocês podem ir variando o tamanho e fazer para toda a família.
 
Obrigada a todos que ainda vêm nós blogs. Eu gosto muito e sempre vejo os blogs que sigo!

Espero que tenham gostado!

Renata